“João comprou uma bicicleta quando tinha 16 anos, e logo saiu a explorar. Com 17 foi estudar no Porto. E porque não ir de bicicleta de Amarante ao Porto.
Nos finais de semana isso virou sua rotina. Ia por um caminho e nunca voltava pelo mesmo. As fronteiras e limites foram sumindo e a necessidade de descobrir novos lugares aumentava.”

Acordei hoje de manhã com sede de corrida. Calcei meu tenis e saí rumo ao desconhecido.
Amarante é uma cidade com charme europeu; caminhos sinuosos, construções antigas, paralelepípedos e parreiras.
Tem um mundo por aí a fora, e muitas vezes ele está bem mais perto do que a gente imagina!