Correr 10km a noite já é um pouco mais aventura do que uma prova diurna. Mas ainda dava para incrementar mais um pouco a brincadeira.

Fazendo um histórico de corridas de rua cheguei à brilhante conclusão que comecei tudo pelo final! Minha primeira prova foi uma maratona, depois fui para meia, 10 milhas no mês passado e agora a minha estréia numa prova de 10k!

A largada da prova era na frente do campo de marte, o folhetinho incentivava a chegada de taxi ou metro. Considerando que o metro fica perto da minha casa e a brilhante idéia do meu irmão “Vai com a aro 14” (eu tenho uma mini bike dobrável ainda menor do que as que tem por ai) lá fui eu pedalando até a estação Vila Madalena e depois da Santana até a largada.
A minha bike ficou feliz da vida me esperando no guarda volumes da prova.

Eu queria muito encontrar meus companheiros da New Balance, mas naquela muvuca parecia ser uma missão impossível.

Larguei no pelotão da frente (na báia de previsão de tempo abaixo dos 55min) pra variar eu saí em disparada fazendo ultrapassagens pela calçada, e assim segui até a adrenalina baixar um pouco, e eu cansar também…

Começo me corrigir “Porque eu corro tão saltitante? Foca Luciana, tenta ficar mais no chão.” Isso era o quilometro 4 aonde eu já tinha abaixado meu ritmo. De repente sinto uma mão nas minhas costas. “Jullian!!!” (meu “boss” da NB)
Ele logo fala: “Você ta saltando muito! Vai. Acelera isso, cola aí atrás!”

Do quilometro 4 ao 6 eu consegui ficar no ritmo dele. Me deu certo conforto segui-lo, aquela coisa de corredora de aventura, sabe? Acho que acostumei sempre estar tentando colar nos meninos da minha equipe.
Ouvia a musica e repetia as passadas, mas não consegui manter e fui vendo Jullian sumir a distância. Fiquei eu de novo com a minha briga interna.

Fechei a prova em 48’52. Em 33º entre as 1.117 mulheres e 11º na categoria.

Eu ainda não descobri a melhor estratégia, sou uma novata nas corridas de rua. Uma coisa é certa; tenho que sair mais devagar e ser menos saltitante, essa minha postura ainda é nada geneticamente instintiva, levo a vida pulando…de felicidade!
E você?
Bora correr?

Obrigada New Balance por proporcionar uma incrível experiência. Jullian pelo estímulo durante a prova!

Deixo aqui os parabéns para meus colegas e atletas da NB; o Ronicesse que levou Primeiro lugar na prova de 5km. E a Vera Saporito que nos 10k ficou em 6º entre as mulheres e 1º em sua categoria!

Let’s make excellent happen!