Quando decidimos que competiríamos o Gigathlon o nosso plano
A sonhado era que as duas estivessem aptas para as cinco modalidades!  Diferentemente das corridas que fizemos em
dupla, essa será a primeira que faremos revezamento:
“Combinado! Vamos treinar tudo!”
Parecia que seria fácil treinar mountain bike, corrida, natação,
patins e bike de estrada afinal para quem já treina três, cinco não assustam.
À medida que o tempo foi passando, conciliar treinos e
rotina foi transformando o nosso plano A em B.
A primeira modalidade que deixou de ser dividida foi o
patins:
“Luli, estou pensando, acho que eu não vou conseguir treinar
patins aqui em Santos, você já sabe patinar, já tem patins, melhor ficar
com a modalidade.”
Talvez fosse melhor eu continuar com os treinos sobre oito
rodas sozinha:
“Eu não vou treinar bike de estrada então, já que você está
em Santos pode ficar com ela.”
Depois de alguns treinos e tentivas das duas “tijolinhas”
nadarem, decidimos que a parte aquática ficaria comigo, mas não por muito tempo,
o plano C foi posto em prática:
 “Dri caí de skate!
Vai pra piscina que a natação será sua!”
Os imprevistos não pararam por ai até dengue a Dri pegou.
Assim seguimos nos adaptando a rotina e acontecimentos inesperados
no meio do caminho alterando nossos treinos até que por exclusão chegamos a fórmula
da divisão das modalidades (ou pelo menos até o horário dessa postagem):
Dri: basicamente Bikes; de estrada e mtb, com um ou dois
trechos de corrida.
Luli: Patins, natação e corrida com um trecho de mountain
bike.
São seis dias de competição e todos os dias são completos
pelas cinco modalidades, a competição atravessa a Suíça. Largamos dia 7.

#vemcomagente