Após os 350 metros de pedal (lê se 10 k em italiano) do dia anterior minha bike estava um pouco cansada.

Descobri o parque Zíngaro uma reserva ecológica entre San Vito lo Capo e Scopello, mandei então minha bicicleta de taxi para Castellammare uma cidade que fica do lado oposto já que o único meio de fazer a travessia seria a pé.
A entrada norte do parque fica a 11 k de San Vito no meu ritmo pos prova isso levaria algum tempo.

A caminhada antes mesmo de chegar a reserva já tinha um visual incrível. Estava muito quente e para minha sorte um simpático senhor italiano parou para me dar carona faltando 3 k. Sabia que teria que caminhar muito ainda então resolvi aceitar a carona até a entrada.

O ingresso custa 3 euros um valor barato para desfrutar o dia junto a natureza. caminhando por uma trilha logo já se avista a primeira praia! Eu que estava em busca de praias paradisíacas… Fiquei maravilhada com a beleza da pequena praia; de pedras branquinhas e água cristalina que reflete a cor azul turquesa fluorescente.

A caminhada pelo parque beirava a encosta com vista para a imensidão azul que clareava ao tocar as praias. As praias eram sempre pequeninas e um lugar ao sol disputadissimo.

Como o meu plano era a travessia ate Castellammare eu descia até cada praia para um mergulho refrescante e depois continuava a caminhada pela trilha.
No final do dia após um trekking de mais de 20 k, duas caronas, algumas praias e mergulhos cheguei a Catellammmare e felizmente minha bike me esperava!

 

Em poucos dias sozinha descobri mais minha essência; as cidades médias e grandes me afugentam os vilarejos me atraem. Os monumentos e arquitetura me encantam mas a natureza me comove. Um luar, o mar, as montanhas. Vivenciar esse mundão pedalando, caminhando ou através de qualquer esporte é como tocar um sonho. Life is good!