Largada / Chegada: Rio de Contas / Rio de Contas
Disntancia: 87,3 km
Ascensão acumulada: 2393
Tempo limite de prova: 9 horas Tempo de prova 8:48 h
Alinhamos para largar as 8 da manhã para 85 k de prova. Andamos um pouco e logo a estrada virou um Singletrack, como largamos em ultimo pegamos congestionamento e isso fez com que nossa velocidade média já começasse baixa.
Resolvemos levar na brincadeira porque não valia a pena se estressar, era rezar para não precisar do tempo que estávamos gastando ali.
O single ainda seguia um bom tempo bem pedalável para a nossa tandem. 
A primeira subida do dia já chegou matando, após o primeiro ponto de água cinco quilômetros que junto com o calor castigavam muito a gente.
Aqui na competição existem umas placas de sinalização dos uphills, ou seja logo na base da subida uma linda placa informa que será preciso perna: 5k UP! Meu Deus!
A descida seguinte é conhecida como Kamikaze, ela é interminável tinham muitos trechos que tínhamos que descer da bike porque eram trechos estreitos e nós depois do trauma do primeiro dia resolvemos preservar a bici.
Demoramos um certo tempo para concluir mas é muito legal sentir o quanto estamos adaptadas e conectadas; descemos da bike na hora certa, paramos de pedalar juntas, cada dia que passa pilotar a tandem fica mais fácil!
Dos vinte quilômetros finais que ainda faltavam, dez eram de subida e claro que as plaquinhas ‘quebra psicólogo’ estavam de volta! 
Administramos o calor com sabedoria, ainda tínhamos gás para subir! 
Com 8.48 hs, doze minutos antes do limite do tempo cruzamos o pórtico para a nossa segunda dancinha do dia! Sim, tivemos que dançar no primeiro ponto de água para a plateia de criancinhas!
Essa é a nossa Brasil Ride de tandem! Ninguém falou que ia ser fácil! 
Amanhã tem mais 90! Vamos que vamos!
Obrigada pelos comentários postados aqui!