Nos despedimos de Marie, nossa anfitriã, com um abraço apertado e partimos para mais um dia de pedal.

Na hora do almoço resolvemos fazer um pic nic, reforçamos com pão e patisseries comprados num desvio de rota. Comemos às margens do la Garrone.

O ritmo hoje foi mais tranquilo para me deixar acompanhar. A via é pavimentada e apenas para bicicletas, facilitando o pedal.

Praxe de final do dia procurar lugar para ficar, e assim como num passe de mágica foram mais 100 km para a conta.

To só o pó da rabiola! Não tá fácil acompanhar as francesinhas!