Trinta e seis quilômetros recheados de subidas e descidas estimulantes. Começando pela mais longa e que já levava com ela boa parte da altimetria do dia. Subimos ritmadas mas sentindo o cansaço acumulado. Finalmente hoje estávamos equilibradas! A Dri sentiu um pouco mas nada que comprometesse com o ritmo da dupla.

No final do uphill a trilha ainda era técnica, cheia de pedras e raízes mas logo depois disso entramos num downhill dos mais divertidos até agora: “flowy” cheio de curvas projetadas e saltinhos divertidos. Tiveram duas descidas assim; daquelas que é incontrolável não sorrir!

Dia marcado pelo mais longo downhill da semana; 6 km. Eu entrei na frente e soltei o freio, para vocês entenderem a extensão da brincadeira; demorei 19 minutos para fazer o recorrido, mais uma vez gastando o que eu tinha e o que eu não tinha (fiquei em 25 hoje). As tomadas de tempo trazem doses cavalares de adrenalina, uma prova dentro da outra.

A Dri não teve tanta sorte, numa das secções de pedra {rock garden} o pneu dela furou e o tubeless não segurou, ela desceu um pouco empurando mas logo achou ajuda de um dos ambassadores da prova. Depois de 10 minutos estávamos juntas de novo para pedalar até a pequena e charmosa cidadezinha de Kimberley.

Mais um dia, mais quatro horas, mais muita diversão, mais vocês ai, mais vibes compartilhadas! Obrigada Pessoal! Temos mais dois dias! Ufa!

Kimberley trailST6-2016-Maps4-768x994