Karlovac, uma pequena cidade onde quatro rios distintos do país se encontram, cheia de parques verdes.
“Sim vamos fazer um tour antes de seguir!”
Depois de achar um supermercado e parar num de seus parques para tomar café continuamos para mais voltas exploratórias. Mais uma vez paradas para fotos, por muitas pessoas e principalmente menininhas fofas.Era quase uma da tarde ainda estávamos “presas” em Karlovac:
“Acho melhor sairmos.”
O destino seria Ogulin, uma das poucas cidades com opções de hotel no trajeto do nosso destino costa adriática.
O percurso traçado foi uma opção de bike sugerida pelo movescount, e logo saindo de Karlovac o track já nos jogava para a montanha.
A estrada era uma trincheira; buracos lama e terra, impossível pedalar. O push bike começou logo cedo.
Estávamos nos divertindo, sem nada nem ninguém no meio de uma floresta seca seguíamos fazendo vídeos e dando risadas.Depois de um bom tempo fazendo esforço voltamos para o asfalto, numa estradinha bem tranquila que beirava o esverdeado rio Dobra.

Não demorou muito o track nos tirou na estrada e dessa vez nos jogou num oleoduto. A lama deu lugar para a grama. Um “tapete” verde esburacado com sobes e desces que cortava a floresta seca em duas partes. Não se via o fim.
A estratégia era montar na bike na descida, tentar pegar embalo e, quando a bike parava a gente empurrava até o topo seguinte.
Incontáveis ondulações, descidas e subidas. Na primeira hora continuávamos dando risada, mas depois começamos a ficar minadas em gastar muita energia.
“Nossa! Não vamos chegar ao destino programado para o dia!”
“Melhor achar uma alternativa para tentar sair do oleoduto!”
De volta para à vara-mato na floresta seca tentando azimutar em direção a uma suposta estrada (que não chegava nunca).O sol baixava e a gente ainda estava no meio do nada. Arranhadas e descabeladas chegamos a pequena estrada:

“Vamos seguir a direção pela estrada e achamos algum plano C.”
O mesmo Google que nos pôs na roubada, nos tirou dela. Vendo que ia escurecer achamos um hotel a quatro quilômetros dali.
Um oasis restaurante e hotel tinha quarto! Às 6.30 da tarde com apenas 37 quilômetros feitos (dos quais talvez a gente tenha empurrado a bike metade? hahaha) chegamos!

Amanhã tem montanhas, muitas montanhas! E os planos de chegar em três dias à costa agora já são outros; se chegarmos antes da largada da competição já tá bom!