Distancia Percorrida 64 k

Ascensão acumulada 1.173 m

Horas de Viagem 9 h

Claro que depois de pedalar 160 k com quase 6 mil de acumulado em dois dias o dia de hoje foi “fácil”.

Saímos mais tarde, pedalamos sem pressa curtindo as paisagens. Paramos em bares, para almoçar e pedalamos com a turma divertida do fundão.

As paisagens mudaram totalmente, agora saímos das serras e entramos em uma região de planos verdes e morros com oliveiras.

O percurso foi rolante com sobes e desces mais suaves. O calor estava brabo!

Em Idanha Velha paramos para almoçar. Que aldeia mais encantadora! 

Lá paramos no restaurante da cidade para almoçar. Cavaleiros, princesas reunidos sem pressa podendo curtir o dia de “ciclo viagem”.

Saímos nós três juntos; Moab, nosso novo amigo brasileiro e fiel escudeiro de perrengues.

Não demorou muito já encontramos Rui e José e com eles um cachorro, mais ciclista do que nós todos.

Paramos demos lhe água e muitas vezes abrandamos o ritmo porque ele insistia em nos acompanhar. Não houve jeito; nosso grupo agora tinha cinco elementos e assim permaneceu.

Monsanto e seu castelo ficam em cima de uma ilha de pedra que se destaca na paisagem. O último trecho foi uma volta enorme contornando o morro até finalmente a subida final rumo à conquista.

Claro que a conquista só seria verdadeira se fossemos até o topo.     De tandem às costas acompanhadas do nosso amigo de quatro patas conquistamos o monte santo! 

No alto ficamos; aproveitando para, no por do sol, agradecer mais um dia maravilhoso!

Ah! O cachorro se chama Pirussas. Andre, da organização, levou ele de volta à Idanha Velha o explorador ficou muito feliz em ver suas donas mas ele queria mesmo era mais um dia de pedal! 

Até amanhã!