Milos

Quilômetros pedalados 67  k

Ascensão 1.932 m

Conquista do dia 3 praias (Provatas, Firiplaka e Tsigrado) e 1 pico (Profitis Ilias)

Tempo em movimento 4h43 / Tempo decorrido 10h10

A manhã estava boa para o ataque ao pico mais alto de Milos. Já se via o Profeta Elias e seus 738 metros do outro lado de onde estávamos, então chegar lá deveria ser fácil.

“Vamos seguir a estrada.”

E de fato depois de atravessarmos um dos braços da ilha o asfalto começou a subir, mas depois a estrada virou de terra e antes de voltar a subir desceu algumas vezes.

“Será que estamos no caminho certo?”

E sim, estávamos só que indo pelo outro lado.

Para subir a montanha de bike o caminho é o mesmo que para chegar lá de carro, e pelo jeitão da estrada acho que só mesmo de 4×4.

Mais uma vez estávamos na montanha, no meio da natureza, encantados com o silêncio e a paz dos lugares remotos que encontramos.

O Rui ia fazendo esforço no pedal. Eu ajudava a pedalar mas sentia que fazia menos força:

“Estás bem? Então siga!”Foram quase 25 quilômetros para chegar lá em cima. Demoramos pouco mais de duas horas.

“Duas horas? Quase o que levamos para chegar aqui de carro.” _ uma senhora inglesa que estava no pico espantou-se.Mais uma igrejinha, com chave na porta um interior simpático com um livro de assinaturas e histórias dos que por ali aventuraram se .

E mesas! Picnic que já tínhamos programado tinha a melhor vista da ilha. O menu do dia? Sim; pāo pita, queijo feta, tomates e nham nham a pasta de azeitona preta!

Tomei a liberdade de tocar o sino à uma da tarde.

De barriga cheia ainda curtimos uma siesta no paraíso.A volta foi pelo outro lado aproveitando para, no caminho parar, em outras praias “must see” de Milos; Provatas, Firiplaka e Tsigrado. “Uau!”

Ainda em cima da bike, o dia vira noite e termina por acaso em uma das tabernas locais mais deliciosas da ilha.