Quilômetros pedalados 51 k

Ascensão 1.228 m

Tempo em movimento 3h27  tempo decorrido 11h19

A luz do nascer do céu acordou a gente; pela janela, mais um dia prometia ser bom.   O pico mais alto de Santorini são 567 metros e como segue a tradição das ilhas la em cima tem o seu Profeta Elias, nosso segundo destino do dia. O primeiro foi uma padaria! Erotrokitos! Ahh Cheesecake e soufflé de chocolate…que delicia de descoberta!

Após subirmos, sabíamos que não estaríamos sozinhos como aconteceu em todas as ilha anteriores.A vista que se tem da ilha é linda, possível ver todos os cantos e a famosa caldeira do vulcão. Atras da igreja tem uma trilha que segue a cumeeira da montanha, ali conseguimos encontrar novamente com o silencio e desfrutar de muitos minutos sobre a paisagem.Dali fomos visitar a famosa praia vermelha.  Ali foi o nosso segundo momento de “Socorro”; tinham muitos turistas! A fome ja batia e resolvemos procurar um canto so nosso. Pedalamos até a vila mais próxima, começamos a subir, entramos em ruas estreitas ate achar um telhado de igreja em mais um castelo veneziano.

“Vamos para muralha, la sempre tem vistas boas.”

Ainda não tivemos uma overdose dos nossos almoços que cada vez são mais “refinados”; pão pita, pasta de azeitonas, tomate, queijo feta e alcaparras (Santorini é famosa por suas alcaparras!). Mais sanduíches ao pé de igreja, tradições criadas em poucos dias de Grécia.Ja que estávamos do lado mais inóspito da ilha resolvemos ficar até o entardecer, ignorando o tal famoso por do sol em Oia, pedalamos até o farol na ponta extrema da ilha. Ali com algumas pessoas assistimos o sol se por no mar. Jantamos num restaurante típico, mais comida grega e alcaparras.

Amanhã ainda tem mais!